HÉRNIA DE DISCO




Nosso corpo é formado por: Ossos, Músculos, Ligamentos, Nervos, Órgãos, Sangue, etc...

Para que nós fiquemos de pé é necessária uma ação em conjunto dos músculos, principalmente, para que possamos nos sustentar na posição ereta. Essa ação é realizada como se fossemos uma balança e um grupo muscular puxa para um lado e outro para o outro...nos mantendo em equilíbrio.

Em nosso corpo temos um conjunto de ossos que estão localizados um acima do outro, como uma pilha de tijolos, que são as vértebras. Entre uma vértebra e outra temos uma cartilagem que serve para diminuir o atrito entre esses ossos (as vértebras) chamada de disco intervertebral.

No meio dessas vértebras há uma passagem, como um túnel, onde passa a medula espinhal. Que entre uma vértebra e outra “solta” uma raiz nervosa que ramifica determinada área do nosso corpo.

Conforme ganhamos idade nossos discos intervertebrais, que funcionam como se fossem amortecedores, vão se desgastando. Diminuindo o espaço entre essas vértebras. Esses desgaste são conhecidos como desidratação discal ou artrose.


Conforme o espaço entre as vértebras vão diminuindo e a pressão sobre os discos ocorrendo, esses mesmos discos são achatados; levando a um tipo de “expulsão do conteúdo discal” que pode comprimir a medula e daí causar dor.


O QUE PODE CAUSAR UMA HERNIA DE DISCO?

É claro que outros fatores favorecem ao surgimento da HÉRNIA DE DISCO, como por exemplo:

  • Pré-disposição genética

  • Envelhecimento

  • Falta de atividade física

  • Carregamento de peso de forma inadequada

QUAIS OS SINTOMAS?

Os sintomas são os mais variados, dependendo do local em que a HERNIA DE DISCO surgiu. Podendo ser:

  • Dor local ou ramificada

  • Dormência

  • Queimação

  • Espetada


COMO DIAGNOSTICAR?

além dos de exames clínicos podem ser solicitados alguns exames de imagem, como por exemplo:

  • Raio X

  • Tomografia

  • Ressonância Nuclear Magnética

COMO TRATAR?

Como tratamento para as HÉRNIAS DE DISCO, a maioria dos portadores não necessitam de cirurgia, se buscarem um tratamento conservador logo no início.

Quando falamos em tratamento conservador, este compreende:

  • Anti-inflamatórios

  • Analgésicos

  • Fisioterapia

  • Acupuntura

  • Pratica de atividade física

OBS: A prática de atividade física deve ser feita sob supervisão de um profissional formado e qualificado. Este deve examinar, avaliar e traçar o melhor conjunto de exercícios para cada pessoa. Importante saber que as HERNIAS DISCAIS, são muito ingratas.

Dois indivíduos podem ter uma hérnia, que ao exame de imagem são idênticas. Porém um relata dor quando vira o corpo para a direita e o outro só sente dor quando vira para a esquerda.

Portanto: Cada paciente é um único; Cada tratamento deve ser direcionado de forma particular.

#Coluna #Hernia #Dor #Velhice #Dormencia #Queimação

64 visualizações
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • Instagram Social Icon

© 2018 - Essentia Clinic

CONTATO:

(21) 99844-2660 | (21) 3486-7131

agendamento@essentiaclinic.com.br